Sensação de liberdade e paisagens imperdíveis: porque você precisa praticar cicloturismo


O cicloturismo é uma atividade que conquista cada vez mais pessoas no Brasil é uma ótima forma de desbravar lugares novos e entrar em contato com a natureza, além de ser bastante saudável em tempos de pandemia. Para quem já conhece ou deseja experimentar a sensação enquanto viaja de bike, Santa Rita de Jacutinga é um destino quase obrigatório, com diversos roteiros, boa estrutura e centenas de quilômetros para o turismo sob duas rodas.


O cicloturismo reserva experiências contemplativas em paisagens incríveis de Santa Rita de Jacutinga

Saiba um pouco mais sobre os principais atrativos e rotas cicloturísticas da região, que conta com uma grande novidade, um projeto que tem tudo para tornar a experiência ainda mais inesquecível!



Paisagens contemplativas e experiências inesquecíveis

APA Boqueirão da Mira

O vento na cara. O som dos pássaros. O ar puro. Aquela sensação de liberdade única junto com a emoção que traz a contemplação. Assim pode ser resumido o cicloturismo em Santa Rita de Jacutinga-MG, se é que pode. Conhecida como Cidade das Cachoeiras, o destino também tem um forte apelo e potencial para o cicloturismo, com boas estradas de asfalto e rurais, além de roteiros para todos os gostos e níveis de experiência.




Quem ama pedalar não pode deixar de ter essa experiência, de viajar de bicicleta. Com boa variedade de trilhas leves, curtas, longas e mais pesadas, na região emoldurada pelas montanhas e vales verdes, quem praticar o cicloturismo vai se surpreender com os principais atrativos naturais e históricos das estradas mineiras da macrorregião de Santa Rita de Jacutinga.



De quebra, a possibilidade de se encantar com a simplicidade e hospitalidade do povo mineiro é altíssima!


A cidade já tem aptidão natural para o ecoturismo e é um destino acostumado a receber turistas de todos os lugares, principalmente pela proximidade entre Rio de Janeiro e São Paulo. Até porque possui uma boa estrutura com relação a leitos de hospedagem de diversos perfis. Tanto para quem está de passagem ou para quem quer ficar mais tempo para conhecer os diversos atrativos naturais da cidade e região próxima.


E olha que experiências inesquecíveis não faltam: da visita a atrativos naturais a históricos, degustação de queijos, doces, quitutes, cachaças e outras iguarias da gastronomia mineira. Tudo isso é possível vivenciar ao viajar de bicicleta.


Ciclo Jacutinga – Circuito de Cicloturismo de Santa Rita de Jacutinga


Além da clássica Volta das Transições, Santa Rita de Jacutinga vem se estruturando ainda mais para receber cicloturistas e oferecer a todas as pessoas uma boa experiência durante a viagem de bicicleta. O novo Ciclo Jacutinga que está sendo implementado vai contar com mais de 15 rotas diferentes e cerca de 700km de extensão. E contará com roteiros passando pelos mais diversos cantos da cidade, comunidades rurais, atrativos naturais e históricos, e até nas cidades vizinhas.


Além de reforçar o destino como um dos melhores do país para o cicloturismo, a tendência é que gere um impacto muito grande na estrutura do turismo da cidade como um todo: melhoria e desenvolvimento da economia a partir dos serviços, hospedagens, restaurantes, etc.


Cicloturismo para iniciantes e experientes do pedal


O novo Ciclo Jacutinga de Santa Rita é bastante democrático, reservando bons momentos tanto para quem está iniciando agora e também quem já é experiente no cicloturismo.



Ciclorrota do Pontilhão - Ciclo Jacutinga



Na Ciclorrota de Santa Clara, por exemplo, você passa por antigas estradas dos tempos do Brasil Império, inclusive pelas rotas que foram utilizadas no tráfico do ouro das Minas Gerais. No trajeto é possível se deparar com uma porção de paisagens com vistas encantadoras, pelas margens das cachoeiras do Rio Preto. O rio é quase um limitador de estados, já que no outro lado do rio está o Rio de Janeiro.


Além disso, existe uma infinidade de vales, montanhas e rios entrecortando as estradas que presenteiam a vista das pessoas. É uma experiência emocionante e imperdível pra quem quer sentir o vento na cara e a sensação de liberdade.


  • Para cicloturistas iniciantes: uma boa dica é a Ciclorrota do Pontilhão, de nível de dificuldade baixo e bem acessível. Saindo da Praça da Igrejinha do Rosário, é uma trilha leve e curta em estrada de terra, com 11km de ida e volta, que te leva pelas mais belas paisagens do município. O ponto final, um antigo pontilhão desativado da linha férrea da Central do Brasil acima das corredeiras do Rio Preto.


  • Para cicloviajantes de nível intermediário: a Ciclorrota da Vargem do Sobrado é uma boa pedida pra quem já tem alguns quilômetros rodados com a bike. Grande parte do percurso é de estrada de chão e asfalto. O trajeto conta, ainda, com uma leve inclinação de altimetria, algumas subidas e possui pontos de parada para descansar, comer, se hidratar e tomar um caldo de cana bem gelado! Além, é claro, de um delicioso e refrescante banho na cachoeira Vargem do Sobrado, que dá nome a rota – a grande recompensa do final do pedal!


  • Para cicloturistas mais experientes: quem já tem o costume de viajar de bicicleta, o roteiro que vai de Santa Rita até a Cachoeira do Boqueirão é um dos mais divertidos, e também o mais difícil. Seu trajeto é composto, em sua maioria, por estradas de chão, e ao longo do caminho você se depara com diversas fazendas agropecuárias, típicas de Minas Gerais. Mas o caminho também é bem prazeroso, cheio de mata e natureza típica da região, diversas aves e outros bichos da nossa fauna. O ponto alto do roteiro é visitar duas belas cachoeiras dentro da APA do Boqueirão, ideais para se refrescar e relaxar um pouco antes da volta.



Antigo Pontilhão - Santa Rita de Jacutinga


A tradicional Volta das Transições também é aqui


Santa Rita de Jacutinga é o início, o fim e o meio de uma das rotas mais tradicionais para cicloviajantes, a Volta das Transições – ela pode ser iniciada a partir de qualquer etapa e o final do percurso é onde outrora existiu a linha férrea que se conectava até a Central do Brasil, no Rio de Janeiro.


Inaugurada em 2016, possui mais de 400km de extensão e é dividida em 7 etapas, sendo o 1ª roteiro de cicloturismo da Zona da Mata mineira. Seu nome é inspirado a partir das transições de relevo, clima, vegetação, fauna, flora, cultura e história que compõe o trajeto. Por tudo isso, é uma experiência prazerosa e divertida para quem vivencia e, assim, inesquecível.



Trajeto de cicloturismo - Ciclo Jacutinga

Vale lembrar que o roteiro da Volta das Transições é mais indicado para cicloviajantes experientes, pois possui alguns pontos que exigem bastante do físico e da técnica sobre a bike. Em contrapartida, tudo isso é recompensado com as paisagens maravilhosas que você pode se deparar no caminho.


E aí, já deu aquela vontade de pegar a bicicleta e praticar o cicloturismo em Minas Gerais? Lembre-se de se planejar bem para isso, colocando sempre a segurança em primeiro lugar e os equipamentos e acessórios adequados para uma viagem de bike. Pode ter certeza que Santa Rita de Jacutinga estará preparada para te receber com sua magrela.

Featured Posts
Posts em breve
Fique ligado...
Archive
Search By Tags
Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Recent Posts